FAQs

  • Qual o propósito deste blog? – Este blog tem por fim promover o alinhamento do Brasil com a Quarta Revolução Industrial e e debater uma saída digital para a crise brasileira.
  • O que vem a ser esta “saída digital”? – O conceito é o de substituir as velhas e pesadas estruturas analógicas do Estado por uma operação leve, ágil, interativa e que confia no cidadão.
  • Qual o primeiro passo? – Divulgar para a sociedade brasileira que a tecnologia digital é libertadora, amigável, rápida e eficiente e, assim, hoje não precisamos mais de um Estado caro, perdulário, cheio de desvãos que facilitam o achaque e a corrupção. Que, como povo, não precisamos sustentar um estado que trata os cidadãos com desconfiança, nem nos curvarmos ante uma burocracia rígida, arrogante, petulante e desrespeitosa, cheia e guichês, com compartimentação excessiva das responsabilidades, órgãos públicos em excesso, inchados, superpostos e de regulamentação impenetrável e detalhista.
  • Existe algum exemplo de mudança de modelo em nossa realidade e que podemos usar para compreender como seria a nossa nova realidade? – Sim. Um exemplo que temos diante de nossos olhos é o sistema bancário brasileiro. Todos vemos que ele funciona online e sabemos como administrar nossa conta corrente via internet, interagir com os caixas eletrônicos, etc.
  • Mas o governo já usa sistema digitais para emissão de notas fiscais online, cobrar impostos, emitir boletins de ocorrência. Então, qual a diferença?  – A diferença está no desenho do processo. Hoje os sistema que o governo automatiza só são digitais na superfície. Na verdade eles agilizam pela internet atividades que eram feitas à mão. São mais rápidas, mas mantém os pecados analógicos. Um estrutura analógica, organizada por processos, funciona livre de condicionamentos físicos.
  • Como assim? – A lógica analógica foi criada antes do computador e da internet. Para organizar o mundo, este era demarcado e compartimentado. Cada coisa tinha que ter seu lugar e cada atividade tinha que obedecer sua rotina. A lógica digital parte de outro princípio: o computador sabe onde está cada coisa e cada recurso material e humano. O computador se encarrega de alocar os recursos e os espaços de uso múltiplo. Resultado: menos burocracia e melhor funcionamento das atividades do Estado

Deixe uma resposta