O Brasil do século XXI vem aí, gente!

Brazil_light-1024x525_A

O Brasil do século XXI vem aí, gente!

A única certeza da história é que ela é feita de surpresas. E estava mais do que na hora de o Brasil ter boas notícias. A melhor delas é que o povo saiu de sua zona de conforto e foi à luta. E assim, graças ao milagre da democracia e pela vontade do povo, que cansou de roubalheira e corrupção, eis que a decência e a moralidade se reencontram com a nação. Os brasileiros levantarem-se. Os brasileiros querem um futuro. Os brasileiros foram às urnas e votaram. Votaram com coragem e alma leve. Votaram porque querem um novo Brasil.

Os números deixam claro que Bolsonaro vai vencer no segundo turno. A onda verde e amarela avança e conquista. Se Bolsonaro é ou não o melhor para esta tarefa deixou de ser relevante. Eu mesmo, talvez por ser de São Paulo e por conhecer e admirar o governador, inicialmente pensei em votar no Alckmin. Penso que o Alckmin seria um grande governante. Fez uma obra admirável em São Paulo. Mas optei pelo voto útil e acabei votando no Bolsonaro. Ao longo da campanha me convenci de que o que agora precisamos é de um guerreiro. E guerreiro o Bolsonaro é. Acabar com a bandalheira exige determinação e requer a coragem de um combatente que ame o Brasil. Aí me dei conta de que o Bolsonaro é, de fato, o líder certo que chega no momento certo.

Bolsonaro foi quem botou a cara para bater. Foi ele que conclamou o povo. Foi ele que, por muito pouco, não pagou com a vida a indômita coragem de ter saído em defesa de um Brasil sem PT, sem petismo, sem socialismo, sem comunismo e sem corrupção. Por isto, merecidamente, vai ter a honra e, quem sabe, a glória, de mudar a história do Brasil. De encerrar um ciclo de corrupção, safadeza e “malfeitos” como o mundo nunca tinha visto. De fazer com que a “tomada do poder”, preconizada por José Dirceu e encampada pelo ogro preso em Curitiba, vire fumaça que se desmanche no ar.

Agora, ao sairmos todos para a caminhada rumo ao segundo turno, não posso deixar de, na humildade deste blog, reconhecer com um sincero muito obrigado esta brava gente brasileira que preparou o Brasil para a mudança. O incrível e providencial juiz Sérgio Moro e os juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre, assim como os homens PF e MPF que atuam na Lava-jato, aos quais o país será sempre grato. Também cabe destacar Janaína Paschoal, que merecidamente foi eleita para a Assembleia Legislativa de São Paulo com a estrondosa votação de mais de 2 milhões de votos. E é de justiça homenagear seus companheiros do pedido de Impeachment da malfadada “presidenta”, Miguel Reale Júnior e o saudoso Hélio Bicudo, este já no panteão dos heróis da reconquista do Brasil. E cabe reconhecer os líderes das manifestações de rua, do MBL e de outros movimentos, sem esquecer, claro, os milhões que bateram panelas e se fizeram ouvir do Oiapoque ao Chuí, e aos outros tantos milhões que vestiram verde e amarelo para dizer alto e bom som, para todo o país e para o mundo todo, que nossa bandeira jamais será vermelha.

Um novo Brasil vem aí. Um Brasil renovado e que, finalmente, vai entrar no século XXI.

A todos os brasileiros que votaram e a todos os que irão fazer história elegendo Bolsonaro e definindo um novo futuro para o Brasil no segundo turno, parabéns.

Viva o Brasil e o povo Brasileiro.